Padre é investigado por suposto assédio sexual em Novais

O caso será investigado pela Polícia Civil de Novais
Um padre de 63 anos foi afastado das suas funções na paróquia, investigado por suposto assédio sexual cometido contra uma ex funcionária de 29 anos, na tarde de quarta-feira (27), em Novais. O caso foi registrado na delegacia, na tarde de quinta-feira (05).

Segundo a Polícia Civil da cidade, a vítima esclareceu em suas declarações, que trabalhava como serviços gerais na Casa Paroquial há cerca de três meses.

Ocorre que na tarde do dia 27 de junho, a mulher estava trabalhando no local, quando o padre teria se aproximado e colocado à mão em seu ombro. Nesse momento, a vítima teria pedido para que ele retirasse a mão de seu ombro, mas novamente o pároco teria colocado a mão em seu ombro e lhe abraçado.

Esclarece ainda a mulher, que em seguida o padre teria lhe pedido um beijo, reiterando o pedido por duas vezes, o que lhe foi negado.

Posteriormente, após a vítima contar o ocorrido a seu marido, resolveu por não mais trabalhar para o padre, sendo encaminhado uma mensagem pelo “WhatsApp” informando que não mais trabalharia e solicitou para que fosse feito o acerto.

A partir desse momento, segundo as declarações da mulher, o padre através de mensagens pediu por mais de uma vez perdão pelo ocorrido, implorando para que ela continuasse no trabalho.

O caso foi registrado como Assédio Sexual e será investigado pela Polícia Civil de Novais.

Diocese de Catanduva

De acordo com o assessor de imprensa da Diocese de Catanduva, padre José Luiz Cassimiro, assim que a Igreja tomou conhecimento do caso, o padre acusado foi imediatamente afastado de suas atribuições na igreja.

“A Diocese, logo que foi informada sobre o caso, abriu uma investigação interna para verificar e acompanhar os fatos. Nesse momento, o padre está afastado de suas funções. Outros padres serão designados para a igreja de Novais”, disse o pároco.

Por Marcelo Ono

Foto: Arquivo / Alta Tensão

Compartilhe no Google Plus

    Blogger Comment
    Facebook Comment