Policiamento Rodoviário mantém continuidade dos serviços e atendimentos nas rodovias

Ainda restam alguns pontos de manifestação ao longo
das rodovias estaduais
A Polícia Militar Rodoviária do Estado de São Paulo divulgou uma nota na tarde de segunda-feira (28), referente a continuidade dos atendimentos nas rodovias paulistas, durante a paralisação dos caminhoneiros.

Segue a Nota na íntegra: 

“O Comando de Policiamento Rodoviário (CPRv), órgão de execução da Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP), tem como missão precípua proporcionar à sociedade paulista, alicerçado nos princípios de direitos humanos, rodovias absolutamente seguras e sustentáveis, como fundamentos para a preservação da ordem pública no sistema rodoviário estadual.

Nesse sentido, conforme posicionamento do Comandante-Geral da Polícia Militar do Estado de São Paulo, tendo em vista a já noticiada informação da dificuldade de avanço nas negociações entre o governo federal e as varias entidades de caminhoneiros, bem como os autônomos, nossas atenções passam a ser redobradas no que tange à preservação da ordem pública nas estradas e rodovias estaduais e locais com potencial risco de perturbação da ordem pública.

O policiamento ostensivo não foi alterado em nenhuma modalidade, não havendo nenhuma descontinuidade no atendimento de ocorrências ou à população. Todas as escoltas solicitadas para o atendimento dos serviços essenciais continuarão ser atendidas sem prejuízo das demais missões.

Até o fechamento desta Nota, ainda restam alguns pontos de manifestações ao longo das rodovias estaduais, porém, o Policiamento Rodoviário está garantindo o trânsito aos demais usuários das vias em todos os pontos de greve, inclusive com o empenho de praticamente todo o efetivo administrativo em reforço ao policiamento!

Consigne-se que não tivemos nenhum caso de necessidade de emprego do uso gradual da força para desobstrução de vias, sendo certo que tem prevalecido o diálogo entre os manifestantes com a Polícia Militar do Estado de São Paulo”.

Fonte: Polícia Militar

Foto: Divulgação

Compartilhe no Google Plus

    Blogger Comment
    Facebook Comment