Polícia Rodoviária registra 41 acidentes de trânsito com vítimas no feriado

Os policiais registraram 3.208 autuações no feriado
O 3º Batalhão de Polícia Rodoviária, em parceria com o DER/SP, ARTESP e Concessionárias de Rodovias, todos alinhados ao Movimento Paulista de Segurança no Trânsito (MPST) e ao Programa de Redução de Acidentes de Trânsito e Segurança Viária 2011-2020 (ONU), realizou no período das 00h de quinta-feira (29) às 23h59 de domingo (01), a “Operação Semana Santa”, nas estradas estaduais.

Segundo a assessoria de comunicação da polícia, neste ano foram registrados 41 acidentes de trânsito com vítimas e no ano passado no mesmo período, 40.

Em 2018 foram 46 vítimas leves, 14 graves e três fatais. Já em 2017 foram 48 leves, 11 graves e três fatais. Por outro lado, os acidentes de trânsito sem vítimas contabilizaram queda, sendo 69 neste ano e 78 no ano anterior.

“É necessário destacar que a maioria dos acidentes poderiam ter sido evitados, pois, em grande parte dos casos, a causa dos acidentes está relacionada à imprudência, negligência ou imperícia dos condutores ou pedestres”, informou por nota.

Ao todo 3.208 autuações foram registradas, além da captação de mais de 5.816 imagens de radar com flagrantes de excesso de velocidade, o que demonstra que a imprudência dos motoristas ainda é elevada.

Durante o período 995 motoristas realizaram o teste do etilômetro, sendo que 175 motoristas foram flagrados por dirigirem sob efeito de álcool ou de outras substâncias de efeitos análogos, dos quais seis foram autuados pelo crime de embriaguez ao volante, cabendo salientar que 66 motoristas negaram ser submetidos ao teste do etilômetro, o que acabou caracterizando infração de trânsito.

Em relação ao cinto de segurança ou dispositivos de retenção, foram lavradas 1.007 autuações. Na fiscalização de motociclistas, foram contabilizadas 464 autuações de trânsito.

Por Marcelo Ono

Fonte: 3º Batalhão de Polícia Rodoviária

Foto: Arquivo / Alta Tensão

Compartilhe no Google Plus

    Blogger Comment
    Facebook Comment