Mulheres se passam por funcionárias da prefeitura para furtar idosa

O caso foi registrado no Plantão Policial
Duas mulheres estão sendo procuradas pela polícia, acusadas de furtar uma idosa de 87 anos, na manhã de quinta-feira (21), em Catanduva.

Segundo o boletim de ocorrência, as duas mulheres chegaram à residência da vítima, no bairro São Francisco, e se apresentaram como funcionárias da prefeitura, dizendo que iriam medir o imóvel.

A moradora autorizou a entrada das suspeitas e acompanhou a medição, mas no término, as mulheres pediram água para a idosa. A vítima deixou as averiguadas na cozinha e depois de tomar água, as suspeitas deixaram a casa e foram embora.

Posteriormente, com a chegada do filho da vítima na residência, logo ele percebeu que a mãe não estava usando o cordão de ouro com medalha e a questionou.

A vítima nem havia percebido que o cordão e a medalha haviam sido furtados. Ela acredita que o furto aconteceu no momento que as mulheres foram embora, quando lhe deram um abraço.

O caso foi registrado como furto e está sendo investigado pela Polícia Civil. Está não é a primeira vez que criminosos usam o nome da prefeitura, para praticar furtos em residências.

Alerta da Prefeitura

De acordo com o setor de Comunicação Social da Prefeitura, pessoas estão se passando por funcionários da prefeitura e alegando medir a residência para descontar no IPTU.

Trata-se de um golpe cujo objetivo é furtar joias, celulares e outros pertences. Os servidores da prefeitura não entram no interior das residências e fazem medições apenas em áreas externas.

Além disso, eles possuem crachás de identificação e carro devidamente adesivado. Em caso de dúvida, ligue para a Guarda Municipal no telefone 153 ou acione a Polícia Militar no 190.

Por Marcelo Ono

Foto: Arquivo / Alta Tensão

Compartilhe no Google Plus

    Blogger Comment
    Facebook Comment