SSP assina protocolo para combate ao tráfico de pessoas, exploração infantil e trabalho escravo

O objetivo da parceria é aumentar a capacidade de
monitoramento e enfrentamento das questões
O secretário-adjunto de Segurança Pública, Sérgio Turra Sobrane, participou na tarde desta sexta-feira (10), da assinatura do protocolo de Cooperação para o combate ao tráfico de pessoas, exploração infantil e trabalho escravo. O evento aconteceu no Palácio da Justiça, no centro de São Paulo.

“São temas importantes que temos que discutir e estar engajados. É uma luta cidadã, que deve envolver toda a sociedade, se cada um fizer sua parte podemos erradicar esses males que preocupam cada um de nós”, ressaltou o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Paulo Dimas de Bellis Mascaretti.

O Protocolo de Cooperação Técnica prevê o compartilhamento de informações sobre os procedimentos judiciais e administrativos do Sistema de Justiça e Segurança Pública a respeito dos temas entre as entidades. O objetivo da parceria é aumentar a capacidade de monitoramento e enfrentamento das questões.

"Esse protocolo une as forças de várias instituições, de vários órgãos do Estado, juntamente com a sociedade civil, no sentido de termos um fluxo mais rápido de informações sobre esses delitos que estamos querendo reprimir”, declarou Sobrane.

Além da Secretaria de Segurança e do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), fazem parte do protocolo a 2ª e 15ª região dos Tribunais Regionais do Trabalho (TRT), a 3ª região do Tribunal Regional Federal (TRF), as esferas federais e estaduais do Ministério Público (MPSP), Ministério Público do Trabalho (MTP-SP) e da Defensoria Pública (DPE e DPU), as polícias Civil, Militar, Rodoviária e Federal, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e entidades não governamentais.

Posse dos desembargadores

Após a assinatura Sobrane também participou da posse de dois novos desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo: Amable Lopez Soto e Marcos Gozzo. Eles passam a integrar a 12ª Câmara de Direito Criminal e 27ª Câmara de Direito Privado, respectivamente.

Fonte: Assessoria de Imprensa e Comunicação da Secretaria da Segurança Pública

Foto: Talita França

Compartilhe no Google Plus

    Blogger Comment
    Facebook Comment