BLACK FRIDAY: Detran e Procon orientam consumidores na compra de veículos novos

Adicionar legenda
A Black Friday, semana de descontos mais esperada do ano, vem aí. Com ela, a oportunidade de comprar o tão sonhado veículo zero com descontos e facilidades.

Pensando nisso, o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) e o Procon-SP listam dicas para que o comprador não caia numa furada e acabe comprando gato por lebre.

1) Tome cuidado com ofertas de sites falsos nas redes sociais e desconfie de preços muito abaixo da média. Para se certificar se está negociando com um estabelecimento idôneo, acesse a lista de empresas mais reclamadas no portal do Procon.

2) Pesquise preços e documente seus resultados: somente guardando os valores anunciados é possível ter certeza se de fato o desconto está sendo aplicado no produto.

3) Bote tudo na ponta do lápis: considere itens adicionais, custos fixos, manutenção – tudo que pode fazer a compra sair mais cara do que o esperado. Ter em mente o que quer também evita as compras por impulso, que podem trazer prejuízos.

4) Atenção à data de entrega e se o veículo estará disponível assim que a compra for efetivada.

5) Não feche negócio com dúvidas. Muitas concessionárias oferecem o test drive dos veículos gratuitamente. Sempre que possível, visite as lojas e confira de perto o modelo escolhido.

6) Um financiamento pode sair mais caro que o esperado. Faça as contas sem se esquecer das taxas de juros.

7) Comprou? Lembre-se: você tem 30 dias pra registrar o veículo no Detran.SP após a emissão da nota fiscal. Uma vez registrado, o Certificado de Registro de Veículo (CRV) permitirá que ele seja emplacado e licenciado.

8) A contratação da assessoria de um despachante para o primeiro registro do veículo deve ser opcional. Caso algum desconto seja condicionado à contratação do serviço por parte da concessionária, o consumidor pode registrar uma queixa no Procon.

9) Antes do registro e licenciamento, o veículo novo pode transitar apenas da concessionária à unidade do Detran do município de destino, nos quinze dias consecutivos à data do carimbo de saída do veículo constante na nota fiscal que deve ser portada pelo proprietário.

10) Para dar início ao registro, basta comparecer à unidade do Detran.SP da cidade com toda a documentação para obter o número de placas e o valor das taxas, IPVA e DPVAT. É possível também escolher a combinação alfanumérica de sua preferência.

Fonte: Detran/SP

Foto: Divulgação

Compartilhe no Google Plus

    Blogger Comment
    Facebook Comment