Polícia Militar prende casal suspeito de assaltar comerciante

O casal foi reconhecido pela vítima na delegacia
Os suspeitos I.L.L., de 23 anos e C.R.S., de 28 foram presos em flagrante, acusados de roubo, na noite de terça-feira (17), em Catanduva.

Segundo o boletim de ocorrência, por volta das 20h20, policiais militares realizavam patrulhamento pela rua Quinze de Novembro, quando avistaram o veículo VW/Saveiro, branco, placas EKQ-3829 estacionado nas proximidades da linha férrea, local conhecido pela venda de drogas.

Como os policiais tinham conhecimento de que um veículo com as mesmas características havia sido roubado na madrugada anterior, resolveram pesquisar a placa do carro, sendo confirmado produto de roubo.

Na abordagem, os policiais identificaram três pessoas, I.L.L., C.R.S. e C.G.A.B.E., de 35 anos. Durante a vistoria no veículo foi localizado escondido no assoalho um simulacro de arma de fogo do tipo pistola.

Ao serem questionados sobre a autoria do roubo, a princípio todos negaram envolvimento, porém ao chegarem ao Plantão Policial, à vítima S.S.L., de 48 anos, reconheceu I.L.L. e C.R.S., como sendo os autores do delito.

O delegado Márcio Acácio Seguesse ouviu todos os suspeitos e apurou que a averiguada C.G.A.B.E. não teve participação no assalto, sendo liberada. Por outro lado a mulher C.R.S. e o rapaz I.L.L. foram autuados em flagrante, sendo ela levada para a cadeia feminina de Santa Adélia e ele para a cadeia de Catanduva.

O carro foi apreendido e devolvido para o proprietário. A pistola utilizada no assalto, também foi apreendida para ser periciada. Os outros objetos roubados não foram localizados.

Relembre o Caso

Um casal roubou e ameaçou o proprietário de um bar, na madrugada de terça-feira (17), em Catanduva. Na ocasião, por volta das 3 horas, o comerciante S.S.L., estava em sua residência localizada na rua Presidente Prudente, no bairro Distrito Industrial, onde também funciona um bar, quando abriu a porta sendo surpreendido por um casal.

O suspeito, armado com uma pistola, ordenou que a vítima se deitasse no chão, enquanto que eram roubadas várias mercadorias como bebidas alcoólicas, tênis, aparelho celular e a quantia de R$ 200.
O simulacro tipo pistola foi apreendido para ser periciado

A filha do comerciante M.L.R.L., de 19 anos que estava no quarto, também foi surpreendida pela mulher, que lhe ameaçou e roubou o seu aparelho celular e outro par de tênis.

Em seguida, o comerciante foi obrigado a entrar em seu carro VW/Saveiro, branco, placas EKQ-3829, que estava estacionado na frente do bar, onde os bandidos o ameaçavam a todo instante.

Nas proximidades do bairro Caputira, a vítima foi abandonada em um canavial. O casal fugiu levando o carro, as mercadorias e o dinheiro.

Por Marcelo Ono

Fotos: Polícia Militar

Compartilhe no Google Plus

    Blogger Comment
    Facebook Comment